Notícias

Novas cores de diesel já estão valendo para evitar fraudes

16/07/2012

Fonte: Agência CNT de Notícias

Autor: Aerton Guimarães

Desde o dia 1º de julho, o diesel S500 só pode ser vendido nos postos na cor vermelha e o S1800, em tom amarelado (podendo ficar mais escuro dependendo da quantidade de biodiesel na mistura).


As mudanças atendem a uma resolução da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que tem como objetivo evitar que o S500 seja comercializado como S50, que conta com menor teor de enxofre. Até então, o óleo diesel S1800 possuía coloração vermelha e o S500, amarelada.


As fraudes são suscetíveis porque a procura pelo S50 aumentou nos últimos meses, quando a venda desse combustível - menos poluente - passou a ser obrigatória para os veículos da fase P-7  (pesados) do Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores  (Proconve). Os motoristas devem ficar atentos na hora de abastecer o veículo com óleo diesel, pois a utilização de um diesel com alto teor de enxofre  (S-500 e S-1800) nos veículos P7, pode ocasionar danos irreversíveis ao motor destes veículos.


As novas regras fazem parte da Resolução ANP nº 65/2011, que estabelece as especificações e as obrigações quanto ao controle da qualidade a serem cumpridas para todo o óleo diesel comercializado no território nacional.


A medida é válida para todo o Brasil e os consumidores devem ficar atentos à mudança, para evitar dúvidas na hora de abastecer o veículo. Segundo a ANP, os representantes dos postos de revenda e das distribuidoras acompanharam a elaboração da Resolução 65/2011 e estão cientes da nova exigência.


Venda obrigatória

A resolução da ANP lista os municípios em que é obrigatória a venda do óleo diesel S500. O documento também informa quais são as cidades que devem comercializar, exclusivamente, o óleo diesel S50 e, a partir de 1º de janeiro de 2013, oferecer o S10.


Diferenças

Atualmente, é possível abastecer com três tipos de óleo diesel nos postos do país. Compare cada um:

a) Óleo diesel S50: amarelo claro, não pode ter corante algum. É o combustível com o menor teor de enxofre comercializado atualmente no Brasil. Tem, no máximo, 50 mg/kg de enxofre.

b) Óleo diesel S500: com coloração avermelhada, tem teor de enxofre máximo de 500 mg/kg.

c) Óleo diesel S1800: é proibido adicionar corante nesta categoria, por isso ele é amarelo natural, um pouco mais escuro que o S50. Seu teor de enxofre é de, no máximo, 1.800 mg/kg


Proconve

Criado pela Resolução nº 18, de maio de 1986, do Conselho Nacional do Meio Ambiente, o Proconve tem por meta reduzir as emissões atmosféricas de poluentes da frota brasileira. Tais partículas, quando jogadas ao ar, afetam diretamente a saúde da população, podendo influenciar, negativamente, aqueles que sofrem com problemas respiratórios e cardiovasculares.
 

Desde então, o Programa vem estabelecendo metas de redução das emissões veiculares com intuito de melhorar a qualidade do ar. As metas são fruto de negociações entre os órgãos ambientais, os produtores de combustíveis e as indústrias automobilística e de equipamentos.


A implantação das fase P-7 e L-6, em andamento, tem como objetivo reduzir em 60% o óxido de nitrogênio (NOx) e em 80% as emissões de material particulado (MP), em relação à fase anterior. Além disso, quando as referidas fases forem plenamente implantadas, as emissões dos novos veículos pesados brasileiros serão iguais às emissões verificadas na atual fase do programa de redução de poluentes automotivos da União Europeia, a Euro V.​

 

 

Aerton Guimarães

Agência CNT de Notícias